O fim e o começo

Posted on 28. mar, 2013 by Fábio Bioca in Crônica

Uma das palavras menos otimistas que conheço é “recomeçar”. Sua desmotivação é capaz de amortecer o ânimo de quem esteja prestes a tomar uma iniciativa.

“Começar”, entretanto, é a melhor definição da vida.
Tudo, em si, é o próprio começo. Até o que parece ser o fim. Este é o princípio do conceito da eternidade. E o melhor exemplo que conheço da ligação do fim com o começo é a Páscoa. O pior dos cenários estava pintado: aquele que prometia vida para o mundo todo, havia sido assassinado. Parecia mesmo o trágico fim.

Mas desta crise fúnebre, suscitou uma esperança muito maior que a primeira. Resultado do trabalho, determinação e principalmente da entrega a um ideal: aqui entra a paixão.

Com o passar do tempo, vamos aprendendo a começar melhor. Entendemos que é preciso nos apaixonarmos para trabalharmos bem. Assim, aquilo que começamos hoje tem tudo para ser melhor do que o que foi finalizado ontem.

Aproveite a Páscoa para começar algo bom. É um tempo ótimo para as coisas novas. A vida pode ser melhor a partir deste exato momento. Basta respirar fundo e fazer a vida valer mais a pena.

Tags: , , , , ,

2 Responses to “O fim e o começo”

  1. Lica Marques

    28. mar, 2013

    Começar sempre conjuga em paralelo o verbo esperançar.

  2. tiago

    17. abr, 2013

    É nos encontros e desencontros que se faz a sabedoria…

Leave a Reply