Extravio

Posted on 20. out, 2015 by Fábio Bioca in Poesia

mapinha01
Sob os apêndices das suas consoantes,
escondi meu próprio significado,
Imaginando que era cedo pra me declarar.
Porém, o então secreto, enterrado em entrelinhas,
foi descoberto grão por um verso curioso.

Percebi. Já era tarde…

Voava, cativo, no bico de uma rima azul
que, incapaz de guardá-lo para si,
o derrubou das alturas, nos paludes da paixão.
E agora, enquanto sofro no desconhecimento,
tudo que guardei pra alimentar o amor,
morreu perdido ou germinou poesia.

Tags: , , , , , , , , ,

Comments are closed.