Ponto de fuga

Posted on 24. mai, 2016 by Fábio Bioca in Poesia

pontodefuga

Estou indo.
Não sei se quero, nem se não quero.
Mas não posso ficar esperando mais.
Nem por mim, nem pelos outros.
Só posso ir, até encontrar um caminho.
Ou, até perder o caminho de vez.

Tags: , , , , ,

Comments are closed.