Bm7

Posted on 01. set, 2016 by Fábio Bioca in Poesia

bm7_

Em apenas um vocábulo, solvido em ressonâncias,
sopro entre os dentes o som do melhor pressentimento…
Do quarto dia avanço à primeira noite e despenco,
sustenido, caio dois tons para criar, de improviso,
nosso encontro-acorde perfeito, inesperado, impreciso.
Amadeirado dueto, que soa como fragrância.
Agora, feitos canção, poesia que cabe em si,
ao ouvirmos a saudade em compasso de chegada,
corramos em molto vivace até o reencontro por lá,
sob estas mesmas estrelas que hoje avistamos daqui.

Tags: , , , , , , , , ,

Comments are closed.