Tag Archives: crime

Mea culpa

Posted on 31. mar, 2016 by Fábio Bioca.

0

Uma confissão de falência após a fermentação da alma, nas caves obscuras do tempo.

Continue Reading

Triz

Posted on 13. jul, 2015 by Fábio Bioca.

0

A consciência limpa de quem amou sem reserva, sem desconhecer e respeitar os riscos, a dor e o abandono.

Continue Reading

Surto

Posted on 23. abr, 2015 by Fábio Bioca.

0

A falta de fé torna o homem bruto. E a falta de fé em si mesmo leva-o a desistir da própria existência.
O protesto pela liberdade mais genuína também é “jogar-se ao lixo de um lugar qualquer” – parafraseando o grande poeta João Alexandre Silveira.

Continue Reading

Inexorável

Posted on 15. jan, 2015 by Fábio Bioca.

0

Considero que é impossível apagar o amor. Pode-se até interrompê-lo, mas sempre haverá amor àquilo que se amou. Ao que se viveu e compartilhou. Portanto, é uma constatação muito particular sobre a incapacidade de se desamar.

Continue Reading

Aevum

Posted on 20. ago, 2013 by Fábio Bioca.

4

A tragédia da raiva, do arrependimento e da dor. Um ciclo que começa no adeus e dura interminavelmente.
“Aevum”, sem duração, sem fim.

Continue Reading

Desilusão

Posted on 11. mai, 2012 by Fábio Bioca.

1

Neste exato agora, nada é instantâneo.
Não há alívio nem pausa no flagelo da incerteza.
Nem o sono é capaz de revigorar o ânimo.
O que sobra é o sumo de um limão amanhecido.
É como um minuto antes da vontade de limpar
O quarteirão avassalado pela rudez de um furacão.
Como encontrar fotos da casa que já não existe
Em meio [...]

Continue Reading

Cárcere

Posted on 29. mai, 2010 by Fábio Bioca.

0

Primeira poesia de uma trilogia, Cárcere se complementará com Submersão e Irreversão, num intervalo de 7 anos. A situação descrita aqui, deflagra o abandono da vida ingênua e absolutamente moral. Tudo em troca do desconhecido mundo do crime passional. Felizmente não houve mortes, nem agressões se concretizaram.

Continue Reading

Ressaca alviverde

Posted on 07. dez, 2009 by Fábio Bioca.

8

Indignação pela falta de caráter dos cartolas do futebol, que matam gente inocente e incitam a massa às atrocidades que se viram no fatídico domingo do rebaixamento do Coritiba à segunda divisão, no desfecho do ano do seu centenário.

Continue Reading

Flerte

Posted on 03. dez, 2009 by Fábio Bioca.

2

A inquietação de alguém que momentos atrás trocou olhares fixos até se transformarem em sorrisos soltos e boas lembranças.

Continue Reading

Noturna

Posted on 10. nov, 2009 by Fábio Bioca.

0

Versos curtos a respeito da ciranda da noite.

Continue Reading