Tag Archives: sonho

Bm7

Posted on 01. set, 2016 by Fábio Bioca.

0

Um passeio pela construção de um acorde, que cria o cenário para uma canção.

Continue Reading

Imponderável

Posted on 13. nov, 2015 by Fábio Bioca.

0

Uma viagem desafiando a impositiva gravidade. Uma visão da vida mais simples.

Continue Reading

Verve

Posted on 26. out, 2015 by Fábio Bioca.

0

Uma visão da utopia. Pura síndrome de otimismo.

Continue Reading

Triz

Posted on 13. jul, 2015 by Fábio Bioca.

0

A consciência limpa de quem amou sem reserva, sem desconhecer e respeitar os riscos, a dor e o abandono.

Continue Reading

Difusão

Posted on 16. jul, 2014 by Fábio Bioca.

0

Uma fração de tempo capaz de dizer tanto sobre as ansiedades que ocupam o coração.

Continue Reading

Solaz

Posted on 10. abr, 2014 by Fábio Bioca.

0

A ânsia de reencontrar um refúgio para a alma e descanso para a mente, os olhos e coração.

Continue Reading

Sublimação

Posted on 09. jun, 2013 by Fábio Bioca.

0

Uma viagem no tempo, na carona de uma nuvem.

Continue Reading

Caleidoscópio

Posted on 10. abr, 2012 by Fábio Bioca.

1

Uma “reflexão” sobre o quanto a amizade nos faz sermos cada vez mais iguais, apesar das discrepâncias, dos acidentes, dos abismos e das inflexões…

Continue Reading

Empuxo

Posted on 22. jul, 2011 by Fábio Bioca.

1

Uma sincera tentativa de aprender a usar a abstenção como motivação.

Continue Reading

Sem causa

Posted on 05. jul, 2011 by Fábio Bioca.

1

Obra do acaso, propriamente ou fruto da soma dos anseios, que tentam explicar a origem dos fatos.

Continue Reading

Reanimação

Posted on 10. mar, 2011 by Fábio Bioca.

3

Uma canção sobre a confiança e a provisão.

Continue Reading

Megaton

Posted on 27. jul, 2010 by Fábio Bioca.

0

Ficção sobre o contato com a luz. Uma luz tão intensa quanto suave a ponto de emanar sobre a realidade escura.

Continue Reading

Insuficiência

Posted on 29. mai, 2010 by Fábio Bioca.

3

Uma conversa no instant messenger me inspirou a escrever isto. Quando escrevi a última palavra, copiei e colei. A única coisa que acrescentei foi o título e a revisão da pontuação. Traduz muito de mim mesmo, apesar de nuances da minha auto-imagem, provavelmente deturpada pelos meus interesses mesquinhos.

Continue Reading

Submersão

Posted on 29. mai, 2010 by Fábio Bioca.

0

Segunda poesia da trilogia que se complementa por “Cárcere” anteriormente e por “Irreversão”, que fecha a saga. Trata do fim de um apaixonado inconsequente que se afoga na própria busca do inaceitável, improvável e inesperado prazer de amar, sem preservar sequer a própria vida.

Continue Reading

Infração

Posted on 29. mai, 2010 by Fábio Bioca.

0

Cena pública de alguém que flagra um olhar interessado durante uma pausa em um semáforo, contada pelo observador.

Continue Reading

Placebo

Posted on 12. fev, 2010 by Fábio Bioca.

0

Uma ode sobre a saudade e a suficiência do colo de quem se quer.

Continue Reading

Desapego

Posted on 03. nov, 2009 by Fábio Bioca.

0

Uma novelinha rápida escrita por ocasião da partida de uma amiga para o exterior – a filha da Cida – que o anonimato empurra o centro da atenção para a mãe, que ficou saudosa. Uma homenagem à Cida e uma lembrança da minha amiga que vive na Espanha.

Continue Reading

Neguinha

Posted on 02. nov, 2009 by Fábio Bioca.

8

Uma visão da infância da minha esposa e mãe dos meus filhos. Como imaginei, enquanto brincava de criar, dirigir e atuar no teatrinho da varanda de casa, no Rio de Janeiro.

Continue Reading

Beijo

Posted on 02. nov, 2009 by Fábio Bioca.

0

Uma descrição simplista das sensações de um beijo.

Continue Reading